Aprovado em primeiro turno, na Sessão Ordinária desta quinta-feira (28) o Projeto de Lei que homenageia o saudoso ciclista Marcelo Roberto do Desterro.

por ANA CAROLINA PEREIRA MAIA publicado 28/11/2019 20h21, última modificação 28/11/2019 20h21

Aprovado em 1° turno | Aprovado em primeiro turno, na Sessão Ordinária desta quinta-feira (28) o Projeto de Lei que homenageia o saudoso ciclista Marcelo Roberto do Desterro.

O Projeto de Lei n°80 /2019, de autoria do vereador Luciano Pessanha, que foi aprovado por 8 votos a favor e um ausente dispõe sobre a denominação da Ciclovia no Bairro Sitio Quissamã, que será construída em breve.

Na Sessão estiveram presentes familiares do homenageado, senhor Ildefonso Desterro e Moisés do Desterro, além de amigos e parceiros de pedal representados por Claudete Barcelos.

Na noite de ontem (27), Marcelão assim chamado pelos amigos do Pedal, foi homenageado também, pelo Poder executivo, legislativo, amigos e familiares, onde foi inaugurada uma placa na rotatória, no início da ciclovia que liga a chegada da cidade.

O PROJETO:
A Câmara Municipal de Quissamã delibera e a Exma. Sra Prefeita Municipal, sanciona a seguinte Lei: Art.1 – Denominar–se á Marcelo Roberto do Desterro a Ciclovia que se localiza no Bairro Sitio Quissamã. Art. 2 – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

JUSTIFICATIVA: A proposição é consoante com legislação em vigor, vez que a Lei Orgânica do Município de Quissamã estabelece a denominação de próprias vias e logradouros públicos como atribuição da Câmara Municipal (Artigo 16- inciso XIII) e ressalva que o Município não poderá dar nomes de pessoas vivas a bens, serviços e logradouro (Artigo 273).

BIOGRAFIA DO HOMENAGEADO.
MARCELO ROBERTO DO DESTERRO

Nascido em 19/09/1971, no Hospital Estadual Miguel Couto no Município do
Rio de Janeiro. Filho de Glória Maria do Desterro.

Pai de três filhos (Marcos Vinicius Gonçalves do Desterro e Mariana Otília
Gonçalves do Desterro), com Mônica Cavalcante e (Marcelo Trindade do
Desterro) com Marylin Trindade.

Vindo morar com apenas um ano de idade em Quissamã, na localidade
conhecida como “Manoel Gomes”. Por recomendação do médico para
tratar da lesão que sofreu na cabeça após cair do berço para se recuperar e
ficar longe do barulho e agitação da cidade grande.

Criado desde um ano de idade por sua avó materna Ana Maria Pinto,
conhecida como “Dona Ana”. E nesta mesma localidade após se recuperar
completamente, foi pegando gosto pelas atividades ao ar livre, primeiro com
velocípede e depois com a bicicleta foi onde tudo começou.
Mudando-se no final da década de 70 para uma casa na Rua: 12 de junho,
no99. No bairro Piteiras nesta mesma Cidade.

Seu primeiro emprego foi com o Ex-vereador Jorginho Russo em sua oficina
“Auto Elétrica Ribeiro” localizada no bairro Canto da Saudade, onde
começou a desenvolver seus taletos nas áreas de elétrica, mecânica e entre
outras.

Autodidata tinha uma enorme facilidade de aprender de tudo um pouco. Foi
motorista da ambulância de Jorginho Russo, levando pacientes de
Quissamã para outras localidades. Depois de muitos anos trabalhando com
a família Ribeiro foi trabalhar na Loja “Oliveira Som” no Centro da cidade ao
lado do “Bar de Vazinho”, onde fazia parte da elétrica de Carros, Motos e
também colocando som em automóveis.

Passando em 2007 pela empresa (EGOUT ENGENHARIA INCORP
SANEAMENTO LTDA). Em 2009 (SUGA-TUDO LIMPEZA INDUSTRIAL
LTDA) e, por fim, em 2011 na empresa (MSB Comércio Ltda-Me).
Estudou no Colégio Cenecista Nossa Senhora do Desterro e no Colégio
Estadual Visconde de Quissamã. Em meio ao trabalho e aos estudos no
decorrer de sua vida, sempre achava tempo para praticar seu esporte
preferido o “Ciclismo” modalidade na qual era especialista e praticou até o
fim de sua vida.

Iniciando no Ciclismo em meados dos anos 80 por incentivo de seus tios
Ildefonso José do Desterro conhecido como “Vovô Radical” e Eduardo José
do Desterro conhecido como “Pico” que inclusive foi Ciclista profissional no
Rio de Janeiro defendendo a equipe “Portuguesa”.

Marcelo foi vencedor por vários anos da saudosa “corrida de São
Cristóvão”, corrida de bicicleta que acontecia no Centro da Cidade e atraia
um grande público. Foi criada pelo saudoso Walt Miller Pessanha,
conhecido como “Tim”, o evento era parte dos festejos de Nossa Senhora
do Desterro, e campeão também dos festejos de Nossa Senhora da Glória
em Carapebus, junto com outros ciclistas talentosos da época como Célio
Barcelos, Célio de Conde, Rogério Barcelos conhecido como Madú, Uíres
Santos Batista conhecido Uíres de Ubenor, Manoel Filho de Souza
conhecido como Manoel Avião, Lenilso Cafelo conhecido como Boca Livre,
Valdir Pessanha conhecido como Marajá e Claudete Barcelos a única
ciclista feminina que disputava corridas na época.

Recebendo condecorações e prêmios de personalidades ilustres da época,
como o Ex Prefeito Jorge Selem, conhecido como Jorginho da Farmácia e o
Ex Deputado Estadual Sr. Claudio Moacyr.
Participou do JAE (jogos Abertos estudantis). Foi sócio-fundador da
associação dos ciclistas de Quissamã. “ ACQ ''.
Inspiração para muitas pessoas e para muitos ciclistas de Quissamã, que
estão sentindo muito a sua falta.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.